Arquivo da tag: Internacional

Procurado II

Despontou como um fenômeno. Mais um dos tantos que a imprensa global costuma empurrar guela abaixo do torcedor carente de informação e opinião. Surgiu mais precisamente no ano da graça de 2006, quando marcou seu primeiro gol como profissional contra o Palmeiras. Êêê Palmeiras. Tinha que ter Palmeiras na história. Ainda bem que sou Jornalismo Futebol Clube.

Voltando ao Pato, o candidato a craque logo começou a ser idolatrado pela imprensa esportiva e pelos torcedores colorados, estes últimos vítimas da carência de ídolos (o último deles, pasme, havia sido Fernandão). Todos acreditaram no potencial do jogador. Tanto que foi parar na seleção de Dunga, como sói acontecer com jovens revelações gaúchas. Daí para ser vendido para o Milan foi um pulo. Quem o levou para lá foi Leonardo, grande dirigente (hoje um técnico medíocre) que se limitava a recomendar ao Milan a contratação de  jogadores brasileiros.

O Milan nesse período não ganhou nada. O jogador sumiu no embalo da equipe dos rossoneri. Há bastante tempo Alexandre Pato não era protagonista de alguma notícia no Brasil. Nem sequer um gol bonito contra um Siena da vida (o Mogi Mirim da Itália) conseguiram arranjar para mostrar no Brasil. A última vez que Pato foi visto foi quando se casou com uma atriz global, em julho de 2009. Nem mesmo na seleção, celeiro de jogadores medíocres, Alexandre Pato foi mais visto.

Eis que nesta semana sai uma notícia sobre a “eterna promessa”: Alexandre Pato não jogará a fase final da Liga dos Campeões. Não foi inscrito, perdendo a vaga para o grande Daniele Bonera. Segundo nota oficial do clube, Alexandre Pato não atingiu os requisitos para ser inscrito. Seria esse requisito o futebol, interrogação.

Acho que o Pato subiu no telhado. Já vejo o jogador atuando no campeonato brasileiro de 2010.

Anúncios

25 Comentários

Arquivado em Internacional, Seleção

E pelo Brasil…

O campeonato paulista é fraco. Mas, comparado aos demais regionais, poderia ser chamado de champions league tupiniquim.

Sinceramente, não sei que tipo de motivação tem um jogador para participar, por exemplo, do gaúchão, paranaense, mineiro. E o campeonato goiano? É o Goiás contra ele mesmo. Triste. Não é a toa que Fernandão vem fazendo de tudo para deixar a equipe. O duro é que a torcida do Goiás pensa que o time é grande. Aposto que todo torcedor esmeraldino torce para o Goiás e um time grande do eixo RJ/SP.

Poderia dizer que o gauchão não serve pra nada. Mas estaria enganado. Serve para reforçar São Paulo, Corínthians, Flamengo, Cruzeiro e todos os demais times que disputam a libertadores. D’Alessandro, o principal jogador do Inter, foi brutalmente agredido pelo zagueiro Ferreira do Juventude e pode ficar de fora da Libertadores. Parabéns gaúchos, futebol viril, campeonato de macho, orgulho das torcidas dos outros Estados.

O campeonato carioca merece existir. Faz parte do folclore. Olaria, Bangu, Duque de Caxias, Macaé, Madureira, Boa Vista, Tigres, meu Deus! A Ponte Preta seria séria canditada ao título. E os Estádios? Laranjeiras deve ser reconhecido em breve pela Unesco como patrimônio da humanidade. Lembra muito o Coliseu, hoje. Alguém irá bradar –  mas tem os 4 grandes, exclamação.  O Flamengo, atual campeão brasileiro (após 17 anos na fila, com a tradicional ajuda do STJD do rubro-negro Rodrigo Fux), é grande de torcida, embora ir ao estádio que é bom, nada. Poucas testemunhas estavam ontem no Maracanã. Vasco caminha para voltar a figurar entre os grandes do Brasil, mas o caminho é longo, ainda mais com Dinamite na presidência. Tenho esperanças. Agora, Botafogo e Fluminense deixaram de ser grandes na década de 70. Fusão ou extinção.

Não posso me olvidar de destacar a atuação da dupla Imperador/Love. O gol do Vágner Love lembrou-me a primeira vez que joguei Winning Eleven no PSII contra Jota Barros. De um lado, um experiente jogador, conhecedor dos atalhos. De outro, um adversário que perguntava que botão servia para chutar. Bons tempos.

Por Primo Argentino, craque no fifa10

62 Comentários

Arquivado em Botafogo, Cariocas, Flamengo, Fluminense, Gaúchos, Goiano, Goiás, Internacional, Torcidas, Vasco