Arquivo da tag: Grêmio

Humildade do exército gremista

O copero Grêmio é formado por um time inteiro de refugos medianos. Hugo, Borges, Leandro Gianechinni, Souzinha, Rodrigo, Joilson, praticamente o banco inteiro do tricolor paulista de poucos anos atrás. Tem ainda o zagueiro Maurício, que só ficou conhecido no futebol por ter sido surrado pelo pacato Obina. Lúcio, o lateral, que só vira reforço quando se machuca. Túlio, Rochemback, William, reservo-me o direito jornalístico de não comentar a respeito para evitar demandas judiciais. Douglas, apelidado de ameba pelo corintiano comentarista Neto (aquele que vende até barra de ouro do Timão; meu Deus!). Reconheço que Jonas vem se mostrando um bom atacante, mas até outro dia estava na Portuguesa, time que costuma ser o último estágio de um jogador. Enfim, um time qualquer.

Mesmo assim, sou obrigado a acessar o site da GloboEsporte.com e me deparar com a seguinte notícia:

“Atletas tricolores não veem nenhum time superior ao Grêmio no Brasil”

O engraçado é que a mesma matéria destacou ao final:

“Até agora, o Grêmio teve apenas um duelo contra equipes da primeira divisão em 2010. Foi contra o Inter, no clássico disputado em Erechim, com derrota por 1 a 0.”

São Luiz, Veranópolis, Caxias, Inter de Santa Maria, Pelotas, Universidade de Canoas, foi contra esses verdadeiros ícones do futebol brasileiro que os jogadores gremistas chegaram à conclusão de que não devem nada para ninguém? Não que existam outros elencos tão superiores no Brasil, mas a ausência de um mínimo de bom senso dos refugos gremistas realmente surpreende. É a humildade do jogador brasileiro.

Só falta agora vencer o glorioso Novo Hamburgo pela Taça Fernando Carvalho e subir no carro de bombeiros para comemorar. Não duvido. O Inter fez isso quando ganhou a irrelevante sulamericana. Aliás, não sei quem teve a brilhante ideia de nomear o primeiro turno do gauchão em homenagem ao dirigente vivo do Inter, maior rival. Imaginem o São Paulo vencer o primeiro turno do paulistão e levantar a “Tassa” Andrés Sanchez? Tosco.

Por fim, volto a destacar a mandinga do tricolor paulista contra aqueles que movem processo contra o São Paulo. Depois do vodu contra Souzinha, agora foi a vez de Leandro Gianecchini. Não deve jogar por um bom tempo. Se cuida Oscar.

Por Primo Argentino

22 Comentários

Arquivado em Gaúcho, Grêmio

Olho vivo

Para ficar de olho no final de semana:

1. Ronaldinho Gaúcho: estava sumido, mas só porque marcou 3 gols contra o Siena (filial do Mogi Mirim na Itália), toda imprensa esportiva – incitada pela Rede Globo – defendeu a convocação do jogador para a seleção brasileira; algumas vozes bem conhecidas bradaram “Se vira Dunga”; desde então o Milan só perdeu e Ronaldinho voltou para o ostracismo;  domingo joga contra o Bologna, uma espécie de Santa Cruz; chance dele fazer algum gol para a Rede Globo voltar a fazer o apelo para sua convocação;

2. Neymar: depois de sumir no campeonato brasileiro do ano passado (culpa do Professor Luxemburgo, interrogação), no campeonato paulista deste ano o menino está dando show… contra o Santo André, Rio Branco e quejandos; não estou querendo dizer que o jogador não tem talento, mas driblar os zagueiros do Santo André é o mínimo que um jogador que pretende atuar na Europa precisa fazer; ou seja, o que fez até agora não foi mais do que obrigação; a meu ver seu verdadeiro desafio neste ano será domingo, no clássico SanSão, quando enfrentará zagueiros de verdade;

3. Roberto Carlos: até agora não justificou a fortuna que está recebendo do Corinthians; suas atuações foram pífias; a pior foi a do clássico contra o Palmeiras, quando foi expulso no 9º minuto de partida; domingo, no entanto, jogará contra o Sertãozinho, vice-lanterna do campeonato paulista, em pleno Pacaembu; enfrentará jogadores como Erivélton, Pablo, Magal, Thiago Silvy e Mendes; é agora ou nunca;

4. Silas e Renato Gaúcho:  os 2 técnicos estão na corda bamba e podem perder o cargo já neste final de semana; as campanhas de ambos são medíocres; o Bahia de Renato, há 4 jogos sem vencer, joga em casa contra o Atlético/BA;  o Grêmio de Silas (1 vitória nos últimos 4 jogos) pega a Ulbra fora de casa; é vencer ou vencer; a situação mais preocupante é a de Renato; se for demitido do Bahia vai acabar treinando o Fluminense… de Feira de Santana; já Silas ainda terá chance de mostrar seu trabalho em outro clube mediano;

5. Palmeiras: domingo joga fora de casa contra o todo poderoso Bragantino; uma derrota – fato absolutamente possível de acontecer – fatalmente culminará na primeira grande crise das muitas que possivelmente ocorrerão no ano; só resta saber se Lincoln (quem?) conseguirá apagar o incêndio.

2 Comentários

Arquivado em Bahia, Corinthians, Gaúcho, Grêmio, Nordeste, Palmeiras, Paulista, Renato Gaúcho, Santos