O império do terror

Quando foi agredido por integrantes de uma das torcidas organizadas do Palmeiras, Vagner Love declarou que estava se sentindo inseguro. Na ocasião disse que só permaneceria no Palmeiras se tivesse garantia de segurança. A desculpa estava pronta para que fosse consumado seu desejo de jogar no Flamengo. E foi o que aconteceu. Vagner Love deixou São Paulo, cidade inegavelmente violenta, e foi morar no Rio de Janeiro, onde se sentiria mais seguro.

A explicação para o seu estranho sentimento de segurança no Rio de Janeiro, já que esta é uma das cidades mais violentas do Brasil, quiçá do mundo (talvez perca para Bagdá e Cabul), foi dada pelo Fantástico do último domingo (acesse aqui as imagens). Vagner Love é protegido justamente por aqueles que espalham a violência na cidade.

O pior é que Vagner Love acha normal andar no meio de traficantes e fuzís.”Eu sempre frequentei, sempre fui e não vejo problema nenhum isso. Eu costumo ir a alguns lugares, tenho alguns trabalhos sociais em alguns lugares desses e, por isso, frequento. Tenho afilhado, tenho amigos, então, nunca vou deixar de frequentar minhas origens, minhas raízes.”

Já Adriano é acusado de comprar uma motocicleta avaliada em R$ 35 mil e registrá-la em nome da mãe de um conhecido traficante carioca. Provavelmente também recebe escolta de traficantes armados e acha normal.

Talvez os jogadores não saibam, mas situações desse tipo podem acabar com a vida deles. Qualquer tipo de “ajuda” que porventura os traficantes recebam deles, ainda que uns trocados em retribuição a uma escolta como a recebida por Vagner Love, pode caracterizar o crime de associação ao tráfico: “Art. 36.  Financiar ou custear a prática de qualquer dos crimes previstos nos arts. 33, caput e § 1o, e 34 desta Lei: Pena – reclusão, de 8 (oito) a 20 (vinte) anos, e pagamento de 1.500 (mil e quinhentos) a 4.000 (quatro mil) dias-multa.”

Por um simples tênis AR e um tecido fino o cantor Belo foi parar no xadrez pelo mesmo crime.

Dos 2 jogadores, o caso de Adriano, em tese (lembre-se que ele é milionário e joga no Flamengo), é o mais grave. Vai ter que explicar o inexplicável. Ora, por qual razão uma pessoa registra um bem em nome da mãe de um traficante? Considere na resposta que ela tem 64 anos e não possui carteira de motorista. Uma simples ajuda para uma senhora necessitada? Tenho certeza que ela tem outras prioridades. Se fosse para ajudá-la, não seria com uma motocicleta de quase R$ 40 mil.

Jogador de futebol tem que entender que o fato de terem nascido na favela e preservado as origens não lhes dá o direito de andar no meio de traficante, nem tampouco se vangloriar disso.

Anúncios

12 Comentários

Arquivado em Sem categoria

12 Respostas para “O império do terror

  1. Luiz Antônio

    Wagner Love sempre foi meio maloqueiro! Quando estava em São Paulo foi sim cercado por membros de uma torcida organizada, mas já queria sair no tapa! Na verdade, está provado que ele queira voltar da Europa direto para o Rio e suas favelas, mas como foi o Palmeiras que o procurou….. Tá provado, que ele não morria de amores pelo Palmeiras! Queria mesmo o Rio, suas favelas e suas drogas…

  2. Dresden

    Viva o Império do Amor, jogadores de futebol. Avalonne, todo mundo tem amigos criminosos, inclusive você. Quem não conhece alguém que deu umas bebidinhas e saiu dirigindo. É crime, sabia? pode matar muitas pessoas, sabia? e vocês, com certeza, conhecem e frequentam essas pessoas. E nem percebem que estão no meio de criminosos.
    E aí ?
    Dresden. Respeito sua opinião, mas sua comparação foi ridícula. E não sou o Roberto Avallone.

    • Datena, chama a Rota !

      Comparar financiar o tráfico com dirigir alcoolizado é de uma estupidez enorme, deve ser um noia amigo do vagner “balada” love, deve paga suas bebidas e suas drogas né. Carioca é uma merda mesmo.

    • Otocuto

      O Adriano e o Vagner Love também acham a sua comparação ridícula. Empatou. E as pessoas que dirigem após beberem podem matar outras. Faça um post sobre alguém que você conheça que faz isso. Caso não seja publicado o post, vou entender que vocês não conhecem ninguém que dirigiram ou dirigem após uma bicadinha.

      • Datena, chama a Rota !

        Se beber e ter menos que 0,6g/l de alcool no sangue você não cometeu nenhuma infração, agora se você comprar 1g de “pó” você cometeu um crime. E por acaso você é advogado deles? fica defendendo esses mercenários, tem é mais que esculaxa eles.

    • Otocuto

      Viu que situaçào interessante? Achei ótima a comparação, em nosso ambiente todo mundo acha normal beber e dirigir, sempre foi assim, o que é que tem? Mas é crime. E crime é crime, com pena de prisão, no cadeião de Guarulhos, junto com os caras que estavam com o Love. Mas acontece que crescemos num ambiente em as pessoas acham normal beber e dirigir. Ninguém lembra que estamos pondo a vida dos outros em risco. Como é do nosso mundo, é até charmoso degustar um vinho, um whisky 12 anos, um prosecco e sair do local dirigindo o carro. Mas nós é nós. O problema é que eles são eles. Eles são de outra casta. E olha que estou falando de álcool. Acho que o postante conhece pessoas que vão além do álcool, mas é somente uma intuição. Em resumo, vivemos em meio aos criminosos. Mas somos limpinhos e podemos. Olha, não me interpretem mal, estou falando somente dos outros. Nós nunca fizemos e não fazemos isso.

      Otucoto. A questão discutida no post não é beber e dirigir ou simplesmente comprar drogas. O crime é de associação ao tráfico, ou seja, ajudar traficantes de alguma forma, seja dando presentinhos em troca de favores, seja pagando por “serviços” prestados que não uma simples compra de droga.

      • Otocuto

        Como disse anteriormente, nos dois casos o remédio é o mesmo, o cadeião de Guarulhos, certo?

  3. Waldir Tolete

    Futebol Carioca, ponto.

  4. El Loco, pra contrariar

    o futebol carioca é campeão nisso, dodô, adriano, wagner love (é só pó) e tantos outros…se não usa, colabora…assim caminha a humanidade…

  5. Ricardo de Lima

    Perfeito !!!!!

  6. Pingback: Esse é o Brasil rumo à Copa « Blog dos Avallone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s