Direito de resposta

Estou recebendo muitas críticas dos torcedores flamenguistas. Estão revoltados com o comentário feito aqui no blog de que Souza era ídolo no Flamengo. Respeito a crítica desses torcedores, até porque este blog valoriza a democracia. Contudo, mantenho meu comentário e ratifico a informação: Souza era sim ídolo no Flamengo. As fotos são esclarecedoras. E outra coisa. Ingratidão é muito feio. Não se pode cuspir no prato que se comeu. É fácil falar agora, quando se tem Adriano no ataque.

Anúncios

14 Comentários

Arquivado em Sem categoria

14 Respostas para “Direito de resposta

  1. anderson santos

    meu amigo pra seu conhecimento todo jogador que passa pelo rubro negro tem direito a uma bandeira , no mas o souza fez seu papel pelo clube , e por isso foi homenageado assim como e diego souza e outros , o resto não vem ao caso , quem e vc pra falar de idolo ja que o maior idolo do timeco paulista foi escurraçado da gavea .

  2. Grafiteiro

    O pior do carioca é o fato deles não aceitarem criticas sobre o obvio. Se falam da violencia ele se sentem ofendidos. Se falam dos times eles também se sentem ofendidos. Acorda para a vida. Futebol carioca é falido. Não se empolguem com um misero título nacional. Meu time venceu 3 seguidos e achei pouco.

  3. thiago

    Homenagear com uma bandeira não significa necessariamente que ele tenha sido ou seja um ídolo! Foi apenas uma homenagem, uma forma de agradecer sua participação no Flamengo… Se liga…

  4. Pet

    Sr. Avalone, eu fiz o que o senhor deveria ter feito. Passei a informação no post anterior.

    O Souza NUNCA FOI ÍDOLO do Flamengo. Só conseguiu se manter pois comprava apoio da Torcida Jovem do Flamengo (a bandeira da foto é prova disso, e não de que “Çousa” era ídolo do Flamengo). Tanto que o restante da torcida vivia vaiando o cara e gritando Obina a cada gol perdido pelo atual centroavante do timinho (o folclore Obina cresceu muito nessa época). E por causa disso eram comuns os desentendimentos entre a Torcida Jovem e a Raça Rubro-Negra, que não apoiava o Souza. Nos poucos gols que fazia, ele provocava a Raça Rubro-Negra (maior organizada do Flamengo).

    REPITO: só conseguiu se manter por mais tempo porque FINANCIAVA A TORCIDA JOVEM DO FLAMENGO. Converse com qualquer um na Gávea para confirmar isso.

    Hoje, não joga NEM DE GRAÇA no Flamengo. Só mesmo timinhos de segunda para aceitarem um cara desses.

    Bom, não vou ficar aqui ensinando ninguém a ser jornalista.

    Saudações Rubro-Negras.

  5. Pet

    Apenas para complementar, veja o blog do (jornalista de verdade) Mauro César Pereira e verá que o que afirmei é verdade (Souza comprava apoio da Torcida Jovem do Flamengo – não é a maior organizada, mas é a mais violenta do Flamengo, disparado).

    Vai o link (estou fazendo o seu trabalho – http://espnbrasil.terra.com.br/maurocezarpereira/post/44394_GESTO+DO+CORINTIANO+CRISTIAN+JA+FOI+FEITO+POR+VASCAINOS+PALMEIRENSES+E+GREMISTAS )

    Saudações Rubro-Negras.

  6. zeca, o passarinho tricolor.

    Se era comprado ou não, o fato é que o Souza era ídolo no Flamengo. Contra os fatos (fotos) não há argumentos. O Pet está parecendo o governador do DF o tal do Arruda, que foi filmado botando a mão na grana e depois disse que era pra comprar panetone pro povão… ora, contra os fatos não há argumentos.Como diz o Datena: “Me ajuda aí ô meu”.

  7. anderson santos

    se ele foi idolo e dai o importante que foi vendido ha um bom preço o timeco paulista o repatriu como craque quem e troxa mesmo , so falamos de quem joga no mengo quem se foi ja era.

  8. Neto paraguaio

    Mas esses flamenguistas são mesmo cara de pau, viu…o tal do Souza tinha até bandeira e eles ainda conseguem dizer que não era ídolo e que bancava a torcida jovem. Mas essa torcida não é uma das maiores do flamengo? E vamo ser sincero, torcida bancada pelo Souza é brincadeira…vai comer biscoito “grobo” na praia, vai…

  9. anderson santos

    neto e dificil argumentar com um energumino como vc . no mas cuidado com a chuva .

    • Neto paraguaio

      Acho que quis dizer energúmeno. Consulte o “pai dos burros” do mestre Aurélio Buarque de Hollanda. No mais, cuidado você também, com as balas perdidas. Tchau.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s