Anti-palmeirense

Antes de mais nada é preciso ressaltar que o erro infantil cometido pelo árbitro Paulo Cesar de Oliveira no jogo de anteontem não deve servir de desculpa para justificar o empate do Palmeiras contra o Barueri. É inaceitável ouvir isso. Se quiser ser campeão, o Palmeiras tem por obrigação vencer o Barueri em qualquer circunstância. Até entendo que Belluzzo está certo em reclamar (e dessa vez foi mais comedido; preferiu a ironia ao invés da agressividade). Mas não pode desviar o foco. O Palmeiras empatou ontem pois tem muitas deficiências no elenco.

E outra coisa. Não adianta ficar eternamente reclamando contra a arbitragem. Ou age nos bastidores, como fazem muito bem alguns clubes, ou vai acabar virando uma Portuguesa da vida. Dito isso, vamos ao que interessa nesse post.

Demorou para a diretoria do Palmeiras perceber que Paulo Cesar de Oliveira vem prejudicando o clube sistematicamente. Foram anos e anos de erros grosseiros contra o Palmeiras e só agora, após um jogo sem nenhuma importância, é que a diretoria resolver fazer uma reclamação pública e direcionada contra o árbitro.

A primeira vez que vi Paulo Cesar de Oliveira errar feio contra o Palmeiras foi num jogo com o São Paulo realizado no Brinco de Ouro da Princesa, em meados de 1998. O tal árbitro paralisou um contra-ataque do Palmeiras, no qual estavam mano a mano 3 atacantes e 3 defensores, para atender um jogador do São Paulo que acabara de cair no campo de defesa do Palmeiras. Isso já havia sido um absurdo. Não contente, expulsou o Zinho do Palmeiras pelo fato do jogador ter chutado a bola para longe.

Outro erro inesquecível de Paulo Cesar foi a expulsão de Marcos no jogo contra o Bragantino pelo campeonato paulista de 2008. O jogo era decisivo para as pretensões do Palmeiras na disputa pelo título. Após sofrer uma entrada perigosa do atacante do time interiorano, Marcos foi apenas tirar satisfação com o jogador. Foi o bastante para Paulo Cesar de Oliveira expulsar somente o goleiro palmeirense.

Mas o erro mais emblemático de Paulo Cesar de Oliveira foi a validação do gol de mão feito pelo atacante Adriano, então jogador do São Paulo, nas semi-finais do campeonato paulista de 2008. A irregularidade foi evidente. Mesmo assim o árbitro validou o gol do São Paulo, fato que inclusive acirrou os ânimos na partida seguinte, disputada no estádio Palestra Itália.

O erro de anteontem foi a gota d’água.  Foi um erro crasso. E ainda sou obrigado a ouvir todo ano que Paulo César de Oliveira é um dos melhores árbitros do Brasil. Nunca chegou nem perto. E olha que não é difícil ser o melhor do Brasil. Carlos Eugênio Simon que o diga.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Sem categoria

5 Respostas para “Anti-palmeirense

  1. THIFAN

    Vc ainda está esquecendo do penalti que ele deu para o corinthians no Brasileirão de 2002 no morumbi ele tinha acabado de dar um penalti para o palmeiras o jogo tava 2×1 para o verdão ai ele arrumou um penalti para o corinthians e empatou o jogo os dois pontos que perdemos no jogo, ajudou no rebaixamento do verdão que com esses dois pontos não teria caido

  2. Luiz Antônio

    Ele tem cara de gambá…..

  3. Se a gente força a mente vai descobrir muitos outros erros que esse “féla” fez contra o Palmeiras. Tá na hora da diretoria “barrar” alguns árbitros, Chega de ser santo e aceitar tudo calado.
    O inferno tá cheio de gente com boas intenções!

  4. anderson santos

    chora nenem .

  5. marcos

    olha esse video então não foi a primeiras ves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s