A história com pontos corridos

Se a fórmula de pontos corridos tivesse sido adotada desde 1971, quando iniciou o campeonato brasileiro, a história seria bem diferente para alguns clubes.

O tricolor paulista continuaria na frente, com 6 títulos, porém com alteração de algumas temporadas. Teria sido campeão, por exemplo, em 1981, ano em que perdeu a final para o Grêmio. Em 1986, no entanto, perderia o caneco para o Guarani. Seria também campeão em 2002, ano em que o Santos se classificou em 8º e se superou no mata-mata com o jogador de circo Robinho e cia.

O Galo seria o mais beneficiado. 5 títulos, em vez de 1 computado oficialmente (1971). O Sport seria campeão de verdade em 1985, ano em que a final foi disputada entre Coritiba e Bangu (meu Deus, exclamação).

O Palestra manteria seu tetracampeonato. Detalhe importante, como já adiantado nesse blog, o Palestra teria sido campeão por pontos corridos nos mesmos anos em que realmente levou a taça, 1972/1973 e 1993/1994. Prova de que só leva quando faz a melhor campanha.

O Inter teria 4 campeonatos. Seria o campeão no ano em que o Guarani venceu o Palestra na final de 1978. Quer dizer, nas minhas contas, teria 5, pois vergonhoso o que ocorreu em 2005.

E o Flamengo, interrogação. Tem que agradecer o fato de a fórmula por pontos corridos ter iniciado somente em 2003. Em 2009 seria a primeira vez que o Flamengo faria a melhor campanha. Ou seja, teria 1 título, mesmo número de Sport e São Caetano (2001). Perderia para o Guarani (1982 e 1986).

O critério adotado pelo blog foi a desconsideração dos jogos eliminatórios disputados, isto é, oitavas, quartas, semifinais e finais. Em 2002, por exemplo, consideramos somente a campanha até o término da primeira fase, quando o São Paulo obteve a melhor campanha. A tarefa não foi simples, pois nas décadas de 70 e 80, principalmente, os dirigentes esportivos conseguiam se superar ano a ano. Se você nunca leu a respeito da fórmula de disputa desses anos, melhor evitar a leitura. 1986 foi o ápice.

Considerei o Flamengo campeão em 2009, embora o primeiro tempo contra o Grêmio tenha encerrado com empate. Agora são 18:18h. Não posso acreditar que o Mengo não vai virar.

Maiores vencedores

6 São Paulo

5 Galo

4 Palestra, Inter

3 Cruzeiro, Vasco, Corínthians

2 Grêmio, Guarani

1 Sport, Fluminense, Botafogo, Santos, São Caetano, Flamengo

Os campeões por pontos corridos

1971 Galo

1972 Palestra

1973 Palestra

1974 Grêmio

1975 Inter

1976 Inter

1977 Galo

1978 Inter

1979 Inter

1980 Galo

1981 São Paulo

1982 Guarani

1983 Galo

1984 Fluminense

1985 Sport

1986 Guarani

1987 Galo (Corínthians em último, não caiu)

1988 Vasco

1989 Vasco

1990 Grêmio

1991 São Paulo (Grêmio caiu, mas virou a mesa)

1992 Botafogo

1993 Palestra

1994 Palestra

1995 Santos

1996 Cruzeiro

1997 Vasco

1998 Corínthians

1999 Corínthians

2000 Cruzeiro (Corinthians, em penúltimo, não caiu)

2001 São Caetano

2002 São Paulo

2003 Cruzeiro

2004 Santos

2005 Corínthians (moralmente, Inter)

2006 São Paulo

2007 São Paulo

2008 São Paulo

2009 Flamengo

Por Primo Argentino, que agradece o wikipedia

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Sem categoria

8 Respostas para “A história com pontos corridos

  1. Vitor

    Parabéns flamengo!!!!

    To com a maior vergonha do Palmeiras!!

    Pediram para avisar o Senhor Belluzzo que o Fogão matou o Porco!!!!

  2. Luiz Antônio

    LEGAL ESSE LEVANTAMENTO, MAS….NÃO ACRESCENTA MUITO AO MUNDO DO FUTEBOL!

    • PauloSubtil

      Absudo total.

      Naquele tempo , o campeonato muitas vezes tinha duas chaves e grandes times nunca jogavam entre si….

      Não tinha turno e returno…

      È impossível comparar.

      E além disso ,os times sabiam dasregras antes do campeonato, e decidiam suas estratégias baseados no regulamento. Vale o que esta escrito.

      Querer que um time se comporte da mesma forma em campo em campeonatos com regras tão diferentes é irreal. Naquele tempo o importante era se classificar as finais.

      • Caro Paulo, concordo, mas utilizamos um critério objetivo = desconsiderar partidas eliminatórias. Agora, dizer que os times sabiam das regras e decidiam estratégias você forçou bastante. Jogadores nem sabiam o que acontecia. Sabiam apenas que deveriam jogar e ganhar. No final, todos reclamavam.

  3. Que vergonha chorar!

    Putz! É brincadeira, ontem, assistindo o PROGRAMA NO PIQUE na REDE CNT, os comentáristas deram um puta espaço para falar do campeão BRASILEIRO, apenas 2 minutos, repito 2 minutos. Putz! Transmitam esse programa para São Paulo, porque só comenta sobre os times PAULISTAS. Outra coisa Sr. Rodrigo BERDINAZI ou MEZENGA sei lá, o primeiro gol do FLAMENGO foi legal, inclusive o zagueiro do GREMIO colocou a mão na BOLA. CHEGA de CRONISTAS esportivos despreparados e tendenciosos na TV BRASILEIRA. Outra coisa agora depois que acabou o CAMPEONATO começou a choradeira por parte dos TORCEDORES dos outros TIMES que são influenciados pelos despreparados COMENTÁRISTAS ou CRONISTAS esportivos. Parem de chorar e reconheçam que o FUTEBOL PAULISTA este ano foi uma VERGONHA.

  4. RedBlack

    Sensacional esse exercício de números! ops… GOL do Flamengo!

  5. d

    “Não posso acreditar que o Mengo não vai virar.”

    ?????

    Você é jornalista (interrogação).

    • PauloSubtil

      Caro “Sobrinhos”,

      Quem traça estratégias não são os jogadores….

      È a comisão tecnica!

      Preparação física por exemplo , para o time render mais no momento certo da disputa.

      Captou?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s