Príncipe das Astúrias vs. Capacete de Ouro

Democracia: falemos de outro esporte. Automobilismo.

A revista brasileira RACING (quem, interrogação) entregara no inicio de Dezembro o troféu “capacete de ouro”.

Na categoria formula 1, dois brasileiros indicados: Barrichello e Massa. Briga feia.

Barrichello ganhou em 2004 e 2005 pelas fantásticas campanhas dos referidos anos. Desde 2006, não obstante o mesmo motivo, a hegemonia é de Massa. Diiiiizem que em 2007 Massa levou pois fez a proeza de ficar 30 voltas atrás de Fisichella, sendo que até alcançá-lo era mais rápido 2 segundos por volta. Informação dada a época por Primo Argentino e confirmada pelo blogueiro.

Na Indy, Mário Moraes (cujo tio e ninguém menos do que Antonio Ermirio de Moraes, que se quisesse comprava a Indy, a F1, a NASCAR, a Stock-Galvao-Car, a F-Truck-bolaparadamaldita, e qualquer outra coisa que você possa imaginar ) está cotado para levar este ano.

Meu Deus, exclamação.

Quanta bajulação para desportistas de péssimo nível técnico. Este tipo de evento deveria ser proibido. Atentado à inteligência das pessoas.

Eu fico imaginando a inveja de Hamilton, Button e outros expoentes do automobilismo. Sem falar em Alonso e Schumacher, que já levaram o “Príncipe das Astúrias”.

No jornalismo, tenho dois prêmios ESSO. E você Solera, interrogação.

Por Jota Barros, parcialmente indignado com o STJD

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s