O jogo de despedida de Borges

Antes de qualquer coisa, o blog pede desculpas por só agora comentar sobre o jogo de ontem. Tirando as polêmicas, tudo o que será tratado aqui já virou notícia velha. Não acontecerá mais. O problema foi que Jota Barros (o homem das polêmicas), responsável pelas matérias pós-jogo do São Paulo, está viajando pelos Estados Unidos e não pôde assistir à partida de ontem. Não tinha, assim, embasamento para falar. Ele bem que poderia fazer como muitos jornalistas esportivos e comentar o jogo mesmo sem ter asssitido (diiiiiizem que Milton Neves dorme durante os jogos e mesmo assim comenta como se tivesse assistido). Mas essa não é a conduta do blog. Só falamos a respeito do que vemos e sabemos (será, interrogação). Por isso coube a mim comentar a partida de ontem.

Pelas circunstâncias do jogo, o resultado foi excelente para o São Paulo. Conseguiu segurar o empate mesmo com 3 jogadores a menos. É verdade que o Juiz deu uma ajudinha para o tricolor paulista ao não marcar um pênalti claro cometido pelo lateral Jean, ídolo de Jota Barros (pesquise as polêmicas antigas e veja os “elogios” que o homem costuma fazer sobre o jogador sul-mato-grossense). Mas pelo que apresentaram as duas equipes o placar foi justo: 1 x 1.

Com o resultado o São Paulo assumiu a liderança, ao menos até domingo, quando jogam Palmeiras (x Fluminense) e Atlético-MG (x Flamengo). Já o Grêmio segue firme na disputa por uma vaga na tão sonhada Copa Sulamericana.

A meu ver o jogo não teve destaques positivos. O nível técnico da partida foi limitadíssimo. E não era para ser diferente. Com raríssimas exceções, as duas equipes só possuem jogadores limitados tecnicamente. Principalmente o tricolor gaúcho, cuja estrela da equipe é o são-paulino Souza. Meu Deus! Com todo respeito, Souza não serve para ser estrela nem da Portuguesa. O Grêmio precisa repensar muitas coisas para o ano que vem se quiser voltar a ser grande.

Os destaques do jogo foram todos negativos. O primeiro foi Borges. O atacante conseguiu a proeza de ser expulso logo após substituir Washington. Deu um soco no volante Túlio. Prejudicou a equipe. Mostrou não estar nem um pouco compromissado com o clube. Está mais do que claro que já prepara suas malas para deixar o São Paulo no ano que vem. Sabe lá Deus aonde vai jogar. Falam em Corinthians, Santos e Grêmio. Se for verdade, azar dos torcedores desses clubes. Para mim já estaria de bom tamanho o seu retorno para o grande Paraná Clube. A grandeza dos dois é equivalente. O problema é que Borges pensa que é craque, e muitos acreditam que isso é verdade.

O outro destaque negativo foi Dagoberto. Tudo bem que fez o gol após 9 partidas sem marcar. Mas no segundo tempo foi expulso após dar uma entrada criminosa no volante Túlio (este deve ter algum problema com os jogadores do São Paulo; provavelmente a ira dos são-paulinos vem do lance em que Túlio chutou a cabeça de Leandro em confronto entre Botafogo e São Paulo). Ouvi alguns comentaristas “imparciais” dizerem que ele tentou ir na bola. Que não foi por maldade. Eles provavelmente não acompanham os jogos de Dagoberto. O jogador é maldoso. Todo jogo tem um lance desse tipo. Cabe agora ao “sempre” atento Dr. Paulo Schimitt, o principal destaque das retas finais dos campeonatos brasileiros, requisitar a fita da partida e levar o caso para o STJD.  Tanto Dagoberto como Borges podem pegar um belo gancho nessa reta final de campeonato, ainda mais se o Flamengo tiver alguma esperança de título.

Resta agora aos são-paulinos torcerem contra Palmeiras e Atlético-MG no final de semana. Dizem que domingo serão Fluminense desde criancinha. Se a torcida der certo, manterão a liderança rumo ao tetra. Quem ficará feliz é Zeca Barros, o Passarinho Tricolor, e o velho Tota, que quando criança eram palmeirenses e depois resolveram virar a casaca. Falando em Zeca, melhoras na recuperação do acidente doméstico que sofreu. Meu Deus!

E como diria Jota Barros, que retorna na próxima partida do São Paulo, TIRA A MÃO DE MIM!

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Sem categoria

3 Respostas para “O jogo de despedida de Borges

  1. zeca

    Eu e o velho Tota estamos confiantes no título, más, como venho dizendo, o campeonato está aberto e pode dar até o Atlético Mineiro de Celso Roth…Meu Deus…, que barbaridade heim!!!!! . Quanto a minha recuperação está satisfatória. E como diria Avallone: tchau.

  2. El Loco, pra confundir

    quem é esse veio Tota, o Zeca, Jota Barros, tudo ‘bambi’ que estão cheios de gracinha tao somente por fruto da incompetencia do tecnico do Palmeiras, somente por isso, caso contrario o caneco tava na mão, não tinha pra ninguém. Como já disse em outras oportunidades, o franguinho de minas e o urubu depenado do rio, são cavalos paraguaio…estão onde estão não sabem porque…a verdade é essa…quando fala desse Dagoberto, tem que se falar tambem daquele criminoso e cinico zagueiro dos ‘bambi’, o tal de André Dias, o sujeito além de ser um zagueiro ridiculo (aquele que amarelou por gordinho, Ronaldo, lembra!!!!), além do que covarde, só não é mais cinico que o golerinho deles, aquele que foi reserva do Marcos na Copa, lembra!!!! coitado…

  3. marcos

    esse dagoberto realmente é um maldoso, só cego e torcedor fanático do sp não ve isso, e como vc bem disse vamos ver se agora o stjd vai punir dagoberto e borges, vamos ficar atentos!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s