Hoje é Obina, interrogação

O Flamengo fez mal a Obina. Foi tratado como um personagem folclórico, de histórias em quadrinhos, envolvido em brincadeiras da torcida como a do “é melhor que Eto’o”. Clube desorganizado, salários sempre atrasados, treinamentos na praia, ambiente nada profissional. Obina chegou ao Palmeiras desacreditado, gordo, um jogador em final de carreira.

Chuta bem com as duas. Excelente cabeceador (vide primeiro gol contra Corínthians no primeiro turno). Sabe fazer a função de pivô. Dribla. Corre. Domina bem a bola. É forte, aguenta pancada. Meu Deus, seria o novo Van Basten, interrogação. Obina. Não é craque, embora detenha alguns fundamentos para isso, mas no atual cenário (friso, atual cenário) não perde nada para Adriano ou para o trader Ronaldo. Tardelli, Washington, Borges, Taison, não perde em cenário nenhum.

Se o (ex)trategista tivesse colocado Obina no lugar do fantasma Keirrison desde  o início naquela partida contra os uruguaios, aposto que faria o dele. Bom, acho que até Ortigoza faria. O peixinho foi um pecado.

Se marcar o gol da vitória hoje, o reconhecimento virá. Se não, voltará às chacotas. Sinto que hoje é dia de Obina.

Por Primo Argentino, direto do Rodoserv Star, rumo ao Prudentão

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s