Com o exército não dá mais, exclamação

Exército

Desculpe-me Muricy. Gosto de você. Você é tri-campeão brasileiro. É um vencedor. MAS JOGAR COM 3 ZAGUEIROS E DOIS VOLANTES NÃO DÁ MAIS, EXCLAMAÇÃO. Só você não percebeu que o Palmeiras não joga bem quando entra com o exército de zagueiros e volantes. Porque não faz o feijão com arroz que o Jorginho fazia: 4-4-2. Time que quer ser campeão não pode entrar com retranca jogando em casa contra o glorioso Avaí.

Outra coisa. Willians não tem o mínimo de condição de jogar com a camisa do Palestra. Ele não é jogador nem aqui nem na China. Ele entra no jogo e só atrapalha o time. Não tem função. E o pior é pensar que contra o Náutico provavelmente ele vai entrar como titular, já que o Palmeiras estará desfigurado. O Palestra não terá Edmilson, Diego Souza, Maurício Ramos, Armero, Obina e Wagner Love. Desse jeito quem vai jogar? O roupeiro? Meu Deus. Parem as máquinas. Marcão é outro jogador que não pode jogar mais pelo Palmeiras. Muito lento. Driblar o Marcão é a mesma coisa que dribar uma cadeira. O destaque da partida a meu ver foi novamente Jumar. Dentro de suas enormes limitações, ele até que desempenhou bem a sua função de desarmar as jogadas do time adversário.

O jogo. O Avaí saiu ganhando de 2 x 0 logo no início do 1º tempo, e só não fez mais porque seus atacantes perderam gols incríveis. Tudo caminhava para uma desgraça no Parque Antarctica. Foi quando Wagner Love fez um gol e acendeu a equipe do Palmeiras. O time até teve a oportunidade de empatar ainda no 1º tempo num lance de falta na entrada da área. Mas o Sr. Cleiton Xavier, que foi simplesmente horrível na partida, fez o favor deixar Jeferson bater a falta. Advinha? A bola foi parar nas piscinas. Quem é você Jeferson? O segundo tempo foi péssimo para o Palestra, mas ainda assim a equipe achou um gol com o atacante Robert, o talismã verde. O estádio foi a loucura. O Avai até chegou a fazer 2 gols, mas em ambos o marcador estava impedido. Quem ficou até o fim ainda viu Vagner Love ser expulso no final de jogo. Final: 2 x 2.

Fim da rodada. Tudo deu certo para o Internacional. Além de ganhar do Náutico (obrigação!)  “perder” o técnico Tite, a equipe viu o São Paulo e Palmeiras empatarem em casa, e Goiás e Atlético Mineiro perderem feio fora da casa. Dessa forma a equipe gaúcha chegou aos 47 pontos, 2 atrás do vice-líder São Paulo e 7 atrás do líder Palmeiras. Aos palestrinos resta a lamentação provocada pela teimosia do técnico Muricy em jogar com o exército de zagueiros e volantes. Acorda Muricy, exclamação.

Classificação após o final da rodada:

Palmeiras………………….54

São Paulo………………….49

Internacional…………….47

Atlético-MG………………47

Goiás………………………..45

Flamengo………………….42

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Sem categoria

2 Respostas para “Com o exército não dá mais, exclamação

  1. Halley Davison

    Avanícius, seu pirulito da porra, leu meus pensamentos, impressionante, só falta o Muricy nos ouvir, vamos pra turma do amendoim de uma vez.
    Parabéns pelo blog, muito bom.

  2. Willians out

    meu deus!!! era ganhar e ser campeão….o problema não é a “diego dependência”, e sim a “willians e marcão presença”. Com eles em campo jamais ganharemos nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s